-->
Ceará lidera em resultados educacionais

Ceará lidera em resultados educacionais

Foto: Thiara Montefusco

Os resultados educacionais do Ceará em 2020 apontam o sucesso das estratégias adotadas ao longo dos últimos anos com o objetivo de fortalecer o processo de ensino e aprendizagem, em todas as etapas da educação básica. Desta forma, o estado consolida sua posição de referência nacional na área. O destaque, entre outras conquistas, vai para a evolução no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). A rede pública cearense superou a meta proposta para o período e alcançou o melhor resultado do país nos anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano) na última edição da avaliação, realizada em 2019 e divulgada em 2020.

Além disso, o estado ficou em terceiro lugar do Brasil nas séries iniciais (1º a 5º ano) e em quarto no Ensino Médio, conforme o Ministério da Educação (MEC).

Com relação aos anos iniciais, o Ceará é o estado com a maior porcentagem de municípios que atingiram a meta projetada pelo MEC, com 98,9% do total. Ou seja, dos 184 municípios cearenses, 182 atingiram o objetivo estipulado.

Além disso, 131 municípios cearenses (71,2%) atingiram a média 6, valor que corresponde a um sistema educacional de qualidade comparável ao dos países desenvolvidos, conforme a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

De acordo com o Ideb, 21 municípios cearenses e 79 escolas estão entre os 100 melhores resultados do Ideb dos anos iniciais do Ensino Fundamental. Nos anos finais, 21 municípios e 73 escolas estão no ranking dos 100 melhores resultados do país. Já no Ensino Médio, são 21 escolas da rede estadual entre as 100 mais bem avaliadas do Brasil no Ideb.

Alfabetização

O Ceará alcançou o melhor resultado do Brasil em alfabetização, de acordo com os dados do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) 2019, divulgados em novembro passado pelo MEC e pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Na ocasião, foram apresentados os resultados do 2º ano do ensino fundamental em língua portuguesa e matemática.

Segundo o levantamento, os estudantes cearenses apresentaram as melhores habilidades em língua portuguesa e matemática quando comparados aos alunos das demais unidades da federação. Em língua portuguesa, a proficiência média foi 765,50. Já em matemática foi 769,32.

Além disso, em 2019, o Ceará obteve o melhor desempenho histórico na alfabetização, segundo o Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Estado do Ceará (Spaece). Pela primeira vez, todos os 184 municípios cearenses atingiram o nível desejável de alfabetização das crianças ao final do 2º ano do Ensino Fundamental. Em 2007, apenas 14 municípios estavam neste padrão.

Os números mostram que 92,7% das crianças encontram-se alfabetizadas ao término do 2º ano. Em 2007, esse percentual era de apenas 39,9%.

Frequência

A taxa de frequência escolar no Ensino Médio cearense vem apresentando crescimento consistente nos últimos anos, aproximando o estado da meta da universalização do atendimento. Conforme a Síntese de Indicadores Sociais (SIS), divulgada em novembro de 2020 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Ceará atingiu 88,4% de frequência total neste nível de ensino, em 2019, contra 82,6% registrados em 2016. Trata-se da melhor taxa de acesso do Nordeste, além do terceiro maior aumento de proporção de alunos incluídos do Brasil durante o período.

No que se refere ao Ensino Fundamental, do 1º ao 9º ano, a escolarização de pessoas de 6 a 14 anos no Ceará está ainda mais próxima à universalização. Ao todo, 99,7% da população cearense nesta faixa etária estavam matriculados em 2019. Embora em 2016 o padrão já fosse elevado, com 98,7% das crianças e adolescentes nas escolas, o Ceará manteve o ritmo de crescimento.

Para o governador Camilo Santana, os índices consolidam o crescente desempenho educacional do Ceará. “A cada ano temos melhorado os resultados em educação, sendo o Ceará um estado referência para o Brasil e para instituições internacionais que avaliam as políticas públicas na área. Isso significa que as nossas crianças e jovens terão um futuro melhor. Tenho absoluta convicção de que investir em educação é o melhor caminho para termos um estado mais justo e desenvolvido”, ressalta.

Estratégias

Os bons resultados obtidos no Ensino Fundamental são atribuídos ao regime de colaboração entre estado e municípios, que proporciona intervenções do 1º ao 9º ano, por meio do Programa Aprendizagem na Idade Certa (Mais Paic), desenvolvido pelo Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Educação (Seduc). Há o acompanhamento das redes municipais com suporte às secretarias municipais por meio de formações, auxílio técnico-pedagógico e disponibilização de materiais pedagógicos.

Por outra via, o investimento na expansão da oferta do ensino em tempo integral também pode ser apontado como fator de estímulo para a permanência e o interesse do jovem pela escola. Das 728 unidades de ensino da rede pública estadual, 277 atendem em jornada ampliada (155 são de Ensino Médio Regular em Tempo Integral – EEMTI e 122 são Escolas Estaduais de Educação Profissional – EEEPs), alcançando um total de 96 mil alunos.

Já o Projeto Professor Diretor de Turma tem como objetivo promover um diálogo constante do estudante com seus familiares, com a direção da escola e seu corpo docente, buscando evitar a evasão escolar, contribuindo para o sucesso e a formação do aluno enquanto cidadão. A estratégia do Projeto é manter um professor da unidade de ensino como diretor de uma turma, acompanhando todo o desempenho escolar destes estudantes até o final de sua escolarização, identificando vulnerabilidades e fazendo intervenções necessárias à conclusão de seu projeto de vida.

O Núcleo de Trabalho, Pesquisa e Práticas Sociais, por sua vez, consiste em uma estratégia de reorganização curricular que, além de desenvolver competências socioemocionais, favorece a pesquisa como princípio pedagógico, visando ao desenvolvimento pessoal dos estudantes, bem como à preparação para a vida acadêmica e profissional. 

Ascom Seduc