Desembargadora aurorense toma posse como presidente do TJCE durante sessão virtual nesta sexta-feira

Nailde Pinheiro, será a única mulher na chefia dos tribunais estaduais do Nordeste. – Foto: TJCE

A desembargadora natural do município de Aurora, Nailde Pinheiro Nogueira, assumirá hoje a Presidência do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) para o biênio 2021/2023, tornando-se, assim, a terceira mulher a ocupar o maior posto do Judiciário cearense. A solenidade ocorrerá por videoconferência, durante sessão virtual do Pleno da Corte e será conduzida pelo atual presidente, desembargador Washington Araújo.  A transmissão está programada para às 16h pelo canal do TJCE no YouTube e poderá ser acompanhada por qualquer internauta.

Nailde Pinheiro, será a única mulher na chefia dos tribunais estaduais do Nordeste, entre os presidentes que estão em atual exercício e os que serão empossados neste ano. A magistrada foi eleita pelo Pleno do Tribunal de Justiça em 24 de setembro de 2020. Na ocasião, também foram eleitos o desembargador Abelardo Benevides Moraes, que assumirá a Vice-Presidência, e o desembargador Paulo Airton Albuquerque Filho, que tomará posse para a Corregedoria-Geral da Justiça.

Perfil

Nasceu no Município de Aurora, Cariri cearense. É filha de João Pinheiro do Amaral e de Josefa dos Santos. Graduada em Direito, pela Universidade Federal do Ceará (UFC), turma de 1982, tem curso de Especialização em Direito Processual Civil, também pela UFC, sendo a autora do livro ‘O Direito Sucessório do Cônjuge e do Companheiro’. Antes de ingressar na magistratura, trabalhou como escrevente no Cartório Miranda Bezerra. Em 1986, aprovada em concurso público, iniciou a carreira de magistrada na Comarca de Marco, em seguida passou por Jucás e Icó, e respondeu pelas Comarcas de Acaraú, Santana do Acaraú, Saboeiro e Orós.

Em 1992, foi promovida para Fortaleza. Na Capital, atuou na 11ª Vara Criminal, na 1ª Vara de Delitos de Tráfico e Uso de Substâncias Entorpecentes, e na 20ª Vara de Família e Sucessões, transformada na 4ª Vara de Sucessões.

Em 2009, pelo critério do merecimento, teve acesso ao cargo de desembargador. No biênio 2015/2017, foi vice-presidente e corregedora do Tribunal Regional Eleitora do Ceará (TRE-CE) e ocupou a Presidência daquela Corte entre 2017 e 2019. Atualmente, é vice-presidente do Tribunal de Justiça.

0/Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem