Fim de semana com registro de quatro mortes violentas na região do cariri


Quatro mortes violentas foram registradas na região do cariri no período compreendido entre a noite da sexta-feira (30) e a noite deste domingo (2). Foram três homicídios e um óbito em decorrência de acidente de trânsito.

Na sexta-feira, por volta das 22h20min,  Airton Soares Vieira, apelidado por “Pepé”, de 26 anos, foi morto a tiros na Travessa Barbalha, no bairro Seminário, em Crato. Segundo informações de populares, o crime teria sido praticado por dois adolescentes, um de 16 anos e outro de 14 anos que foram localizados e conduzidos à Delegacia de Polícia Civil para a adoção das medidas cabíveis.

Em Juazeiro do Norte, na manhã do sábado, o corpo de  Pedro Cruz Aprígio foi localizado por populares na Rua Agricultor Damião Quirino da Silva, Parque Frei Damião (O Mutirão da Vida) por volta das 11 horas. O cadáver apresentava várias perfurações de arma branca.

Já na tarde do domingo, o servente de pedreiro Cristiano Pereira Dimas, de 34 anos, foi executado com cerca de nove disparos de arma de fogo na calçada de uma churrascaria na Avenida Thomaz Osterne, imediações da Asa, no Bairro Independência, em Crato. À polícia, populares relataram que o crime teria sido praticado por indivíduos desconhecidos que fugiram após o ato delituoso. A vítima, que possuía diversas passagens policiais, inclusive por homicídios, tráfico de drogas, porte ilegal de arma e roubo, ainda chegou a ser socorrida ao Hospital São Camilo, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos.

Por fim, na noite deste domingo, na CE 290, no Centro de Campos Sales, o aposentado Francisco Antônio de Sousa, de 69 anos, morreu ao ser atropelado por um automóvel Fiat Argo 1.0 de cor branca, ano/modelo 2019/2019, e placas POA-8192, inscrição de Campos Sales-CE. O fato aconteceu por volta das 20 horas. O condutor do carro fugiu, mas acabou localizado pela Policia Militar a cerca de oito quarteirões do local do acidente, sendo conduzido à Delegacia Regional de Polícia Civil do Crato, onde foi registrado o Boletim de Ocorrência – natureza do fato homicídio culposo no trânsito (instauração de Inquérito Policial por Portaria).

0/Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem