SITE-2-c-pia

Em novo decreto, Camilo mantém medidas restritivas em vigor no Ceará

Foto: Divulgação / Governo do Ceará

O governador Camilo Santana (PT) anunciou, na noite desta sexta-feira (18), que não haverá mudanças no decreto em vigor no Ceará na próxima semana. Assim, não houve novas flexibilizações das atividades. Apenas o Cariri segue com regras mais rígidas.

O novo decreto vale a partir de segunda-feira (21) e segue até 27 de junho. O toque de recolher permanece das 23h às 5 horas. O chefe do Executivo afirmou que os números da pandemia mostram estabilidade no Estado, mas ainda é necessário ter cautela.

 "O Comitê Estadual de Combate à Pandemia, por prudência e precaução, decidiu permanecer a situação anterior. Mantém, inclusive o Cariri com mais restrições", disse. Camilo acrescentou que a Assembleia Legislativa do Ceará convocará os setores econômicos para dialogar sobre a decisão.

A expectativa era de que as feiras livres fossem liberadas a partir da próxima semana. No decreto anterior, houve liberação para o retorno das aulas presenciais do Ensino Médio de escolas públicas e privadas, além da abertura de bibliotecas, museus e cinemas. As flexibilizações valem para quase todo o Ceará, exceto para a Região do Cariri.

SITUAÇÃO DO CARIRI AINDA PREOCUPA

O secretário da Saúde do Estado, Dr. Cabeto, apontou que houve uma queda significativa do percentual de exames no Ceará, mas ponderou que a situação na região do Cariri ainda é preocupante.

“A cada 100, somente 17 estão sendo positivos. O que significa que a transmissão viral diminuiu no Ceará, mas, quando nós analisamos o Cariri, ainda está alta”, disse.

Ele acrescentou há redução do número de atendimentos em Unidades de Pronto Atendimento (Upas) e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), mas os cuidados devem ser mantidos.

COMO FICARÃO OS HORÁRIOS ATÉ 24 DE JUNHO NO CEARÁ, EXCETO NO CARIRI:

Comércio de rua: 10h às 19h (limitação de 50%);

Comércio em shopping: 12h às 22h (limitação de 50%);

Restaurantes: 10h às 22h (limitação de 50%);

Toque de recolher: 23h às 5h;

Igrejas e tempos: celebrações presenciais podem ocorrer até as 22h (até 50% da capacidade);

Academias: de 6h às 22h (limitação de 40%);

Autoescolas: 6h às 19h.

Diário do Nordeste

Google Plus

Henrique Macêdo

0 Comentários :

Postar um comentário