Rio Salgado tem 46% do volume hídrico preenchido; Cariri não corre risco de desabastecimento

Foto: Henrique Macêdo

A bacia do Rio Salgado, responsável pelo abastecimento hídrico de 23 municípios da Região do Cariri, está com 46% do seu volume máximo preenchido, segundo dados do Portal Hidrológico do Ceará, gerenciado pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), extraídos nesta quinta-feira, 29. Embora o volume seja baixo, o órgão gerenciador afastou a possibilidade de desabastecimento de água na região.

Com capacidade de armazenamento de 452,4 hm3 (hectômetros cúbicos), a concentração de água na bacia chega a 208 hm3 atualmente. Dos 15 reservatórios da bacia, apenas dois apresentam um volume de água superior a 50% de sua capacidade máxima, sendo eles o açude Ubaldinho (96,67%) e o Rosário (92,59%) - localizados nos municípios de Cedro e de Lavras da Mangabeira, respectivamente.

Apesar da bacia estar com um volume considerado baixo, não há risco de que os 23 municípios da região que são abastecidos por ela fiquem desabastecidos. Quem deu essa garantia foi Alberto Medeiros, gerente da Cogerh no Cariri, em entrevista à Rádio CBN Cariri nesta quinta-feira.

"Dos 15 reservatórios monitorados pela Cogerh na bacia do salgado oito são direcionados, estratégicos para o abastecimento humano de sedes municipais. Desses, nenhum se encontra em situação de risco de desabastecimento no ano de 2021 nem no ano de 2022", pontuou o representante.

Em Juazeiro do Norte, maior cidade do Cariri, a Cogerh monitora apenas um reservatório: o Manuel Balbino. Responsável pelo abastecimento do município de Caririaçu, o açude aparecia registrando apenas 10,36% de preenchimento de seu volume máximo na tarde desta quinta. No entanto, Alberto afirmou à rádio que o reservatório tem garantia de abastecimento até 2022, mesmo que não ocorra chuvas.

"A cidade de Juazeiro do Norte, assim como as principias cidades do Cariri, não corre risco de desabastecimento porque elas são atendidas pela bacia sedimentar do Araripe. Ou seja, o abastecimento é todo feito através de água subterrânea, através de poços", explicou o gerente da Cogerh.

Ceará tem um açude sangrando

Em todo Ceará, apenas o açude Germinal, localizado em Palmácia, aparece no monitoramento preenchendo 100% do seu volume hídrico máximo. Outros 26 reservatórios registram volume de água acima de 90% da sua capacidade. Entre eles estão: Acaraú Mirim (95,14%) e Várzea da Volta (90,12%).

Já 55 açudes estão com um percentual de volume atingido abaixo de 30%. Esse é o caso dos reservatórios: Sousa (0,92%), Pentecoste (12,68%), General Sampaio (11,66%) e Poço do Barro (16,6%). Esses dados foram colhidos até às 15h42min desta quinta e publicados no portal hidrológico.

Com informações do repórter Guilherme Carvalho, da Rádio O POVO CBN Cariri

0/Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem