Ex-presidente da Câmara de Aurora, Aderlânio Macêdo terá que devolver mais de 40 mil reais aos cofres públicos

Foto: Redes sociais

O Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado Manassés Pedrosa Cavalcante julgou  irregulares as contas do ex-presidente da Câmara Municipal de Aurora,  José Aderlânio Macedo, referente ao ano de 2017, fazendo com que ele tenha  que devolver aos cofres públicos valores que ultrapassam a casa dos 40 mil reais. Aderlânio é irmão do ex-prefeito Adailton Macêdo, derrotado nas ultimas eleições.

Esse valor de mais de 40 mil reais refere-se a aplicação de  multa ao  no valor total de R$ 4.500,00 (quatro mil e quinhentos reais) e  débito no valor de R$ 36.100,00 (trinta e seis mil e cem reais), a ser devidamente atualizado, o qual deverá ser recolhido no prazo de 30 dias.

Com informações do jornalista Flávio Pinto

0/Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem