Forças de segurança de Aurora desencadeiam mais uma fase da Operação Carcerem e prendem dois infratores


Fotos: Redes sociais

Dando continuidade as ações incessantes no combate à criminalidade, as forças de segurança da Terra do Menino Deus desencadearam mais uma fase da Operação Carcerem e prenderam dois homens na tarde desta terça-feira-feira (25) no município.

O primeiro a ser preso trata-se do senhor Hilário Leite Tavares Filho, de 48 anos, residente no Sítio Santa Bárbara (Sítio Boiada), zona rural de Aurora. A prisão foi efetuada por policiais civis da Delegacia Municipal de Aurora/Barro, coordenados pelo delegado Paulo Hernesto Pereira Tavares. Contra o infrator, havia um mandado de prisão preventiva oriundo da comarca local devido à uma decisão judicial condenatória transitada em julgado em decorrência de condenação pela prática do crime do Art.15 da Lei 10.826 (disparo de arma de fogo).

Logo em seguida, foi preso por policiais do Destacamento da Polícia Militar de Aurora, Cícero Almeida da Silva, de 55 anos, residente no Sítio Cobra, zona rural de Aurora. Contra ele, havia um mandado de prisão l oriundo da Comarca local devido à uma decisão judicial condenatória transitada em julgado em decorrência de condenação pela prática de tentativa homicídio, crime previsto no Art. 121 do Código Penal Brasileiro.

Segundo informações obtidas pela nossa reportagem, em 31 de janeiro de 2015, por volta das 23h30min, Cícero Almeida teria jogado duas garrafas contendo coquetéis-molotov sobre o telhado de uma casa em que residiam quatro pessoas, provocando uma explosão que se alastrou pelo imóvel, consumindo parcialmente uma rede e um colchão em que estavam uma idosa que sofreu queimaduras e uma criança.

Posteriormente, conforme populares, o infrator empreendeu fuga numa motocicleta Honda Bros de cor preta pilotada por um homem identificado como Damião Adriano da Silva.

Ainda de acordo com informações, a motivação do atentado se deu devido Cícero Almeida ter sido denunciado e abordado pela PM em 25 de janeiro de 2015 por estar armado no interior de um bar de propriedade de uma das pessoas residentes na casa incendiada.

A Delegacia Municipal de Aurora continua com ações incessantes no intuito de garantir para a sociedade aurorense e barrense a sensação de segurança. Mesmo com uma equipe reduzida, contando apenas com um delegado, um escrivão e um investigador, a Polícia Civil tem enfrentado a criminalidade a altura e impedindo que o crime se instale no município.

Denúncias

A população pode contribuir repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais na região. As denúncias podem ser feitas pelo telefone (88) 3543-1832, da Delegacia Municipal de Aurora. Um número de WhatsApp também está disponível: (88) 98101-2001. O sigilo e o anonimato são garantidos.

0/Comentários

Anterior Próxima
Portal Aurora Notícias
Portal Aurora Notícias