Criança de 2 anos sem comorbidades morre de Covid-19 em Juazeiro do Norte


Foto: Shutterstock

Uma menino de 2 anos faleceu na última quarta-feira (2) em decorrência da Covid-19 em Juazeiro do Norte. Segundo a Secretaria da Saúde do município, a criança não apresentava comorbidades.

Ele foi transferido do Hospital Infantil Maria Amélia, localizado em Juazeiro do Norte, para o São Camilo, Hospital e Maternidade São Francisco de Assis, no Crato, onde ficou internado. "A Secretaria se solidariza com os familiares do paciente", escreveu o órgão, em nota.

De acordo com o boletim epidemiológico de Juazeiro do Norte, o município registra 51 pacientes hospitalizados por conta do novo coronavírus e 6.047 em isolamento domiciliar. Além disso, 12 casos suspeitos aguardam o resultados dos exames.

Ao todo, do início da pandemia até a tarde desta quarta-feira (2), a cidade concentra 44.261 casos confirmados, 37.494 pacientes recuperados e 669 óbitos.

ÓBITOS INFANTIS

Desde o primeiro caso confirmado da Covid-19 no Ceará, o Estado registrou 129 mortes de crianças, de zero a 9 anos, pela doença, conforme dados da plataforma IntegraSUS.

A quantidade é maior do que a soma de todos os óbitos registrados durante 12 anos por outras doenças evitáveis através da vacinação. Em meio a esse cenário, especialistas defendem a necessidade dos pais manterem os esquemas vacinais dos filhos em dia.

Entre 2019 e 2020, foram contabilizadas 123 mortes relacionadas a doenças preveníveis por meio da imunização, conforme lista organizada pelo Ministério da Saúde que abrange:

Tuberculose

Tétano

Difteria

Coqueluche

Poliomielite

Sarampo

Rubéola

Hepatite aguda

Caxumba

Meningite por Haemophilus

Síndrome da rubéola congênita

Hepatite viral congênita

Os dados do Ministério são do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM). A plataforma lembra que os valores referentes a 2020 ainda são preliminares e estão sujeitos a revisão.

CASOS EM JANEIRO

Após a chegada da variante Ômicron, o Estado registrou 162 mil novos casos de Covid em janeiro de 2022, sendo o mês com mais confirmações em toda a pandemia.

Para se ter dimensão do que o número representa na dinâmica da pandemia, somando todos os casos registrados de junho a dezembro de 2021 no Ceará foram 114 mil ocorrências. E em apenas um mês de 2022, a triste marca foi alcançada e ultrapassada.

Os dados constam no Integrasus, plataforma da Secretaria Estadual da Saúde, e foram analisados pelo Diário do Nordeste.

Fonte: Diário do Nordeste

0/Comentários

Anterior Próxima
Portal Aurora Notícias