Prefeitura de Aurora torna público resultado do julgamento das propostas da Chamada do PNAE

Foto: Agência Brasil

A prefeitura de Aurora, através da Secretaria Municipal de Agricultura, Desenvolvimento Econômico, Recursos Hídricos e Meio Ambiente, torna público o resultado do julgamento das propostas da Chamada do Programa Nacional da Alimentação Escolar - PNAE.

Os 25 envelopes com as propostas de preços foram abertos e analisados nesta quarta-feira, 2 de fevereiro, na sede da Secretaria Municipal de Agricultura, Desenvolvimento Econômico, Recursos Hídricos e Meio Ambiente por uma Comissão formada pela Presidenta do Conselho de Alimentação Escolar - CAE, Rejane Maria Leite Granjeiro, pelo representante do Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável - CMDS, Expedito Fernandes da Silva, pelo Secretário Municipal de Agricultura, José Aírton Saraiva Calixto, pela nutricionista do município, Iara Nayara de Barros Matos, e pelas coordenadoras Ioglebia Vieira da Silva e Francisca Edna Luna Pessoa.

Apos a análise de todos os envelopes, a comissão aprovou 23 propostas para fornecer os produtos identificados na Chamada Pública do ano 2022. A divisão igualitária do fornecimento dos produtos foi dividida pela comissão.

Relação dos agricultores aptos

Joaquim Cardoso da Silva;

José Saldanha Gomes;

Francisco Benício do Nascimento;

Maria Rosivalda Fernandes;

Josefa Lima de Souza;

Alexandre Alves de Oliveira;

Francisco Silva Rodrigues;

Valdemir Batista;

Maria Leidiane de Medeiros Silva;

João Leite Rolim;

Francisca Aldeci Leite Rolim;

Damiana Maria Celestino;

Damião Ribeiro Lucena;

Francisco de Oliveira Pessoa;

José Passos da Silva Neto;

Margareth Maria Macedo Moreira;

Raimundo Gomes de Oliveira;

Eugênio Saraiva Fernandes;

Gersiana Batista da Silva Lima;

Carme Maria dos Santos Pessoa Araújo;

Geraldo Pereira da Silva;

Raimunda Aurélio Chagas;

Francisca Cruz Silva.

PNAE

O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) oferece alimentação escolar e ações de educação alimentar e nutricional a estudantes de todas as etapas da educação básica pública. O governo federal repassa, a estados, municípios e escolas federais, valores financeiros de caráter suplementar efetuados em 10 parcelas mensais (de fevereiro a novembro) para a cobertura de 200 dias letivos, conforme o número de matriculados em cada rede de ensino.

0/Comentários

Anterior Próxima
Portal Aurora Notícias