Professora aurorense é destaque na maior feira Brasileira de Ciências e Engenharia- FEBRACE


Foto: Divulgação

A FEBRACE - Feira Brasileira de Ciências e Engenharia é hoje o maior evento científico educacional de nosso país. Todos os anos a feira reconhece e premia docentes empenhados na orientação e acompanhamento de estudantes e projetos finalistas. Em 2022, a professora Débora Leite de Oliveira representará a EEMTI Tabelião José Pinto Quezado, a cidade de Aurora e o estado do Ceará no evento, sendo a única representante do estado.

Nesse momento de celebração, a professora chama a atenção para a importância de estimular os perfis de cientistas que surgem na escola e de valorizar do papel do professor pesquisador, uma vez que os processos de afastamento para estudos (mestrados e doutorados acadêmicos) estão sendo indeferidos pela Secretaria de Educação do estado.

A própria professora, aprovada no ano passado, em primeiro lugar no doutorado em Linguística Aplicada da Universidade Estadual do Ceará-UECE, atualmente encontra dificuldades para dar prosseguimento satisfatório aos seus trabalhos na escola, localizada em Aurora, e ao mesmo tempo, assistir aulas e realizar suas pesquisas na Universidade, em Fortaleza-CE.

Sobre a Feira:

A FEBRACE é realizada anualmente pela Universidade de São Paulo-USP, com o apoio do CNPq, do Ministério da Educação, da UNESCO e empresas como a Intel, Samsung e Rede Globo. 

A professora Débora Leite orienta o projeto Fact-check Tabelião: a escola a serviço da verdade, desde 2020, tendo conquistado 5 bolsas do CNPq com seus estudantes, que foram finalistas por dois anos seguidos e campeões na área de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias no Ceará Científico, evento promovido pela Secretaria de Educação do estado do Ceará.

As apresentações acontecerão ao vivo pelo site do evento, no mês de março, com premiações como bolsas do CNPq e demais órgãos de fomento, participações em feiras internacionais e publicações de trabalhos.

1/Comentários

  1. Bacana demais!
    Parabéns para a professora e para todos os envolvidos no projeto.
    Pena que o governo do Ceará discursa sobre incentivo a formação e melhora da educação, mas segura/restringe as liberações dos afastamentos para estudo, que é um direito do servidor público do estado.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Anterior Próxima
Portal Aurora Notícias