Dez quilos de drogas são apreendidos pela Polícia Civil em ação no Cariri

Foto: PCCE

Mais um trabalho investigativo da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), por meio das equipes do Núcleo de Combate ao Tráfico de Drogas (NCTD) da Delegacia Regional de Juazeiro do Norte, resultou nas prisões em flagrante de dois suspeitos de tráfico de drogas. A ofensiva policial aconteceu, nessa terça-feira (19), em Juazeiro do Norte. Uma caminhonete e um celular também foram apreendidos.

As diligências iniciaram logo após os policiais civis tomarem conhecimento sobre o envolvimento de um dos suspeitos com o tráfico de drogas na cidade-pólo do Cariri. As investigações apontavam que Sandoval Saldanha Correia, de 24 anos, com antecedente por porte ilegal de arma de fogo, era suspeito de comandar o tráfico de entorpecentes no bairro Pedrinhas.

No período da tarde, o suspeito foi visualizado pela equipe policial saindo de carro da própria residência, na companhia do seu cunhado, Romário Paulo da Silva, 27 anos, como passageiro. A abordagem policial ocorreu em via pública logo em seguida, sendo a droga dividida em cinco tijolos de cocaína (cinco quilos) e cinco tijolos de crack (cinco quilos).

Diante dos fatos, o veículo, um celular, a droga apreendida e os suspeitos foram conduzidos até a Delegacia Regional de Juazeiro do Norte, onde os suspeitos foram autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Parte das drogas foi encaminhada para análise na Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). Os suspeitos foram conduzidos a uma unidade prisional, onde se encontram à disposição da Justiça.

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As informações podem ser direcionadas para o (88) 3102-1116, o número da Delegacia Regional de Juazeiro do Norte.

Denúncias também podem ser repassadas para o número (88) 2157-8021, que é o WhatsApp do Núcleo de Combate ao Tráfico de Drogas (NCTD) do Cariri, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem de áudio, de texto ou vídeo, ou para o 181, o Disque-Denúncia da SSPDS, ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp.

0/Comentários

Anterior Próxima

Publicidade

Portal Aurora Notícias