Ação das Polícias Civis do Ceará e da Paraíba resulta em cumprimento de mandado de busca e apreensão de “Galego do Grau”


Foto: Redes sociais

Uma ação conjunta entre as inteligências da Polícia Civil do Ceará (PC-CE) e da Polícia Civil da Paraíba (PC-PB) resultou no cumprimento de mandado de busca e apreensão expedido pela Vara Única da Comarca de Aurora em desfavor de um homem acusado da prática de ato infacional equivalente ao crime roubo a mão armada.

O infrator foi identificado como Santiago de Lima Moraes, vulgo “Galego do Grau ou Galego de Cezar da Sucata”, de 18 anos de idade, que segundo informações obtidas pela nossa reportagem, estava foragido no município de Sousa, estado da Paraíba, desde a época do crime.

Conforme o apurado, no último dia 13 de novembro de 2019, empunhado de uma arma de fogo, “Galego do Grau” e um homem identificado como Guylherme dos Santos Cunha, apelidado por “Guylherme Piripiri”, condenado a 26 anos de reculusão pela prática de roubo a mão armada em concurso de pessoas no município do Barro, e que se encontra preso na Cadeia Pública de Juazeiro do Norte, juntamente com um menor de iniciais L.G.B.B. assaltaram uma mulher no Sítio Caiçara, zona rural de Aurora, ocasião em que tomaram da vítima uma motocicleta, um aparelho celular e a quantia de sessenta reais em espécie. Esse crime foi praticado quando a trupe ainda era menor de idade e aterrorizava a Terra do Menino Deus.

O aparelho celular não foi localizado, sendo a motocicleta encontrada abandonada na barragem do Sítio Curralinho, também na zona rural de Aurora. A elucidação do caso se deu após a prisão de José Alves de Lima, o “Ednaldo”, por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, onde na oitiva das testemunhas o ato foi desvendado.

“Galego do Grau”, foi conduzido à Delagacia Municipal de Aurora para a adoção das medidas cabíveis, sendo posteriormente encaminhado ao Centro Socioeducativo para Internação de Adolescente Infratores de Juazeiro do Norte, mesmo sendo maior de idade, mas a pena faz referência a idade que o mesmo tinha na época do crime. Quanto a Piriri, o mesmo como já está preso por crime posterior na Cadeia Pública de Juazeiro do Norte, por ali mesmo cumprirá sua sentença.

A Delegacia Municipal de Aurora continua com ações incessantes no intuito de garantir para a sociedade aurorense e barrense a sensação de segurança. Mesmo com uma equipe reduzida, contando apenas com um delegado, um escrivão e um investigador, a Polícia Civil tem enfrentado a criminalidade a altura e impedindo que o crime se instale no município.

Denúncias

A população pode contribuir repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais na região. As denúncias podem ser feitas pelo telefone (88) 3543-1832, da Delegacia Municipal de Aurora. Um número de WhatsApp também está disponível: (88) 98101-2001. O sigilo e o anonimato são garantidos.

0/Comentários

Anterior Próxima
Portal Aurora Notícias
Portal Aurora Notícias