Justiça marca Sessão Plenária de Juri de Julgamento de homem acusado de participação direta na morte do professor Paulo Aquino


Foto: Redes sociais

A Justiça marcou para o dia 20 deste mês a Sessão Plenária de Juri de Julgamento de um jovem de 28 acusado de participação direta num crime de latrocínio com requintes de perversidade em Aurora, na região do Cariri, que teve como vítima o professor da rede municipal de ensino, Paulo Gonçalves de Aquino, de 33 anos. A audiência deverá ser presidida pelo juiz substituto titular da Vara Única da Comarca de Aurora, Fabricius Ferreira da Silva, a partir das 9h00, no Fórum Jaime de Alencar Araripe.

Jean Júnior de Araújo Ferreira é acusado do crime juntamente com seu comparsa, já condenado, Francisco Adenilton Gomes do Nascimento, conhecido por Denim, em 2019, à uma pena de 22 anos e 09 meses de reclusão, encontrando-se preso em Regime Fechado.

Familiares e amigos se reunirão na área externa do Fórum para realizar uma manifestação pedindo justiça por Paulo, depois de quase uma década desse crime bárbaro que chocou a sociedade Aurorense. O ato está marcado para acontecer a partir das 08h00.

O caso

O fato aconteceu em 11 de outubro de 2012. No início da noite do dia anterior ao crime o professor havia saído de casa logo após receber um telefonema, e não mais retornou e nem foi visto nos lugares que costumava frequentar.

O corpo de Paulo de Aquino foi encontrado por populares no Sítio Olho D´água, zona rural de Aurora.

Nos levantamentos feitos pela polícia militar também foi constatado que haviam sido roubados da vítima a sua motocicleta Honda Fan 125 de cor vermelha, ano 2011, e placa OCR-0650, inscrição do Ceará, o capacete, o celular e o salário que havia recebido.

Na época o crime chocou a comunidade de aurorense em razão da crueldade e barbaridade contra a vítima que teve o corpo carbonizado após sofrer disparos de arma de fogo.

0/Comentários

Anterior Próxima
Portal Aurora Notícias
Portal Aurora Notícias