Motorista suspeita de matar adolescente atropelada em Juazeiro do Norte tem prisão preventiva decretada


Foto: Reprodução

A motorista da caminhonete que atropelou e matou uma adolescente de 15 anos em Juazeiro do Norte, no interior do Ceará, teve a prisão preventiva decretada após audiência de custódia neste domingo (18).

O acidente aconteceu na madrugada de sábado (17), no Bairro Franciscanos. Testemunhas afirmaram que um casal de adolescentes estava trafegando em uma motocicleta na Avenida Ailton Gomes quando o veículo foi atingido pela caminhonete. Maria Clara dos Santos morreu no local, já o amigo dela, foi socorrido.

A condutora da caminhonete, identificada como Antônia Uiliane Sampaio Cruz, fugiu, mas foi interceptada pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE) na cidade de Milagres. Após ser detida, Uiliane foi conduzida para a Delegacia Regional de Brejo Santo, onde foi autuada em flagrante por homicídio culposo qualificado, por motivo de não prestar socorro às vítimas e dirigir embriagada, e lesão corporal no trânsito.

Na decisão, o juiz plantonista informou que a conversão para a prisão preventiva de Uiliane ocorreu “como forma de garantir a ordem pública, a conveniência da instrução criminal e a aplicação da lei penal”.

A defesa da suspeita chegou a solicitar à conversão da prisão do flagrante em prisão domiciliar, porém o pedido não foi aceito pelo juiz. “…eis que a custodiada não possui filhos menores de idade e não atende aos demais requisitos legais, previstos nos art. 318 e 318-A, do Código de Processo Penal”, diz um trecho do documento.

Em nota, a defesa de Uiliane informou que ela lamenta profundamente o ocorrido e manifesta seu mais absoluto respeito a dor dos familiares e amigos, diante da perda irreparável.

“Devido ao sensível estado emocional em que se encontra, se limita a informar que pretende colaborar totalmente com o mais completo esclarecimento do caso e suas circunstâncias, no foro adequado, de logo reiterando seu propósito de contribuir com a justiça e adotar todas as medidas necessárias no viso de atenuar a angústia de todos os envolvidos nesse episódio doloroso…”, disse a defesa da motorista.

Segundo testemunhas, Maria Clara dos Santos estava na garupa de uma motocicleta pilotada por um adolescente de 17 anos, quando o carro bateu na traseira da moto e os dois jovens caíram na pista.

A garota foi arrastada pela caminhonete por alguns metros e morreu no local. Já o amigo dela, que não teve a identidade informada, foi socorrido.

Alex Cardoso, pai de Maria Clara, estava em casa dormindo quando foi informado sobre o acidente com a filha. Ele pede por justiça.

“Essa mulher matou minha menina. […] Minha irmã me ligou de madrugada, eu saí de moto e quando cheguei no local do acidente vi minha filha deitada”, relatou o pai da vítima.

Fonte: G1 CE

0/Comentários

Anterior Próxima
Portal Aurora Notícias
Portal Aurora Notícias