Últimas Notícias
latest

Homem condenado por tortura é capturado pela Polícia Civil com arma e drogas no Cariri

Foto: PCCE

Um trabalho coordenado pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE ) resultou, nessa quinta-feira(9), no cumprimento de um mandado de prisão por sentença condenatória e na prisão em flagrante de Regivaldo Damazio dos Anjos, de 40 anos, que estava em posse de drogas e uma arma de fogo,  no momento da sua prisão. O suspeito, que estava com a decisão judicial em aberto pelos crimes de homicídio, tortura e disparo de arma de fogo, foi localizado em via pública, em Juazeiro do Norte. Dinheiro, e utensílios para a comercialização de drogas, também foram apreendidos pelos policiais civis.

Regivaldo, que também é conhecido como “Baú”, estava com o mandado de prisão por sentença condenatória pelos crimes de homicídio, tortura e disparos de arma de fogo, crimes cometidos por ele em 2010. Ao tomar conhecimento da condenação de 38 anos de prisão, em 2020, ele fugiu. Ainda conforme a Polícia Civil, na época, houve descumprimento de medidas no curso da execução penal, o que culminou na regressão de regime e expedição de mandado de prisão.

Ontem (9), após um trabalho de inteligência desenvolvido pelo Núcleo de Combate ao Tráfico de drogas (NCTD) da Delegacia Regional de Juazeiro do Norte, ele foi localizado no bairro Frei Damião. Na ocasião, inicialmente, ele foi abordado em posse de documentos falsos e uma porção de drogas. Ao se deslocar para a casa dele, onde foram recebidos pela companheira do suspeito, identificada como Mikaele Alves dos Santos, de 24 anos, os policiais civis encontraram mais 300 gramas de crack, 250 gramas de cocaína, duas balança de precisão, R$ 1. 000, 00 em espécie, além de uma arma de fogo calibre 38 e munições.

Diante do que foi encontrado, ele e a companheira foram conduzidos à Delegacia. Na unidade policial, além do cumprimento da decisão judicial, o casal foi autuado em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo. Agora, ambos se encontram à disposição da Justiça.

« ANTERIOR
PRÓXIMA »

Nenhum comentário