Últimas Notícias
latest

728x90

header-ad

468x60

header-ad

Suspeitas de extorquir vítima em Juazeiro do Norte são presas no sul do Brasil em operação da Polícia Civil

Foto: SSPDS

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), com apoio das Polícias Civis do Rio Grande do Sul (PCRS) e de Santa Catarina (PCSC), deflagrou uma operação que visou o cumprimento de mandados judiciais expedidos contra suspeitos de praticarem crimes de associação criminosa, extorsão e lavagem de dinheiro. Os trabalhos policiais aconteceram na manhã desta terça-feira (7) e resultaram nas prisões de duas pessoas em Porto Alegre e em Balneário Camboriú. Ao todo, foram cumpridos cinco ordens judiciais – sendo dois mandados de prisão temporária e três de busca e apreensão. Duas mulheres foram presas.

As investigações foram conduzidas pelo Núcleo de Inteligência da Delegacia Regional de Juazeiro do Norte e iniciaram após o registro de um Boletim de Ocorrência (BO) informando que uma mulher estava sendo extorquida por um suposto delegado de polícia. Com as investigações, a unidade policial identificou os suspeitos de envolvimento no crime e representou ao Poder Judiciário pelas prisões. Os mandados foram expedidos pelo 1º Núcleo de Custódia e Inquéritos de Juazeiro do Norte.

Com as ordens judiciais em mãos, as equipes contaram com o apoio da Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul (PCRS) para capturar Daine Liune Duarte Valério, de 45 anos, que foi localizada na cidade de Porto Alegre, capital do estado. Ainda no sul do país, com a cooperação de equipes da Polícia Civil do Estado de Santa Catarina (PCSC), foi possível capturar Lindsey Kemilym Farias Alves, de 24 anos, que estava na cidade de Balneário Camboriú.

Com os trabalhos policiais, ainda foram cumpridos três mandados de busca e apreensão que resultaram na apreensão de aparelhos celulares que subsidiarão novas investigações. Também foram deferidos os bloqueios das contas e a indisponibilidade de valores das contas bancárias dos alvos da operação. Os mandados são referentes à segunda fase da “Operação Falsus” – que significa ‘enganador’ em latim, uma vez que os criminosos enganavam as vítimas se passando por agentes da lei.

Após as capturas, as duas suspeitas foram conduzidas para unidades da Polícia Civil, onde tiveram os mandados de prisão temporário cumpridos. As duas mulheres ficarão à disposição do Poder Judiciário nos estados em que foram capturadas, podendo ser recambiadas ao Ceará com o decorrer das investigações.

« Anterior
Próxima »

Nenhum comentário