SITE-2-c-pia

Ibama devolve capivara Filó para Agenor Tupinambá após confronto em centro de triagem; entenda


Foto: Reprodução/INstagram

O influenciador digital Agenor Tupinambá foi até o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), do Ibama, em Manaus, para receber a capivara Filó, na manhã deste domingo (30). A Justiça Federal determinou, na madrugada, que o órgão federal devolvesse o animal ao estudante de agronomia.

A decisão é válida até que seja concluído o processo judicial. No despacho, o juiz Márcio André Lopes Cavalcante ressalta que “não é Filó que mora na casa de Agenor”, mas “o autor que vive na floresta”. O documento foi divulgado pela deputada federal Joana Darc.

A entrega do animal foi acompanhada por um grande número de pessoas na frente do Cetas, e chegou a ser transmitida no Instagram.

DEPUTADA ENTROU EM CENTRO DE TRIAGEM

Após quatro horas de espera, na manhã deste domingo (30), a deputada Estadual Joana Darc usou da força para entrar no Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), do Ibama, em Manaus.

Houve confronto entre membros da equipe da deputada e segurança particular do Ibama.

ENTENDA CONFLITO POR CAPIVARA

O influenciador, que viralizou nos últimos meses por compartilhar a rotina ao lado da capivara, foi notificado no dia 18 pelo Ibama por "exploração indevida de animais silvestres para a geração de conteúdo em redes sociais", com base na Lei de Crimes Ambientais.

Na quinta, foi de avião com a capivara até o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), em Manaus, onda ela permaneceu com o Ibama até que possa ser reintegrada à natureza.

Uma decisão judicial na tarde de sábado (29), porém, foi comemorada por manifestantes que estavam em frente ao Cetas como a volta do animal para a casa de Agenor.

Conforme o jornal O Globo, a determinação da Justiça não liberava de fato a volta de Filó para a casa do influenciador, apenas uma vistoria no local em que Filó está no Ibama.

Na madrugada de domingo, a deputada Joana Darc divulgou um novo ato na história: a concessão de uma guarda provisória do animal pela Justiça Federal ao influenciador. A decisao foi assinada pelo juiz federal Márcio André Lopes Cavalcante

Fonte: Diário do Nordeste

Google Plus

Henrique Macêdo

0 Comentários :

Postar um comentário