SITE-2-c-pia

Caixa suspende cobrança do Pix para pessoa jurídica após pedido de Lula

Foto: Ricardo Stuckert/PR

Nesta terça-feira (20), a Caixa anunciou a suspensão da cobrança do Pix para pessoa jurídica. Anteriormente, a taxa entraria em vigor em 19 de julho e era praticada por quase todas as instituições financeiras, de acordo com o banco público.

Essa suspensão ocorreu após um pedido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, conforme divulgado pelo ministro da Casa Civil, Rui Costa, mais cedo. A decisão será discutida na próxima semana, após o retorno de Lula de sua viagem oficial à Europa.

Em uma rápida entrevista aos jornalistas, Costa afirmou: "Foi pedido que suspendesse temporariamente [a decisão da Caixa] até o presidente estar de volta semana que vem. Então vamos aguardar o retorno do presidente para avaliar essa medida. O presidente que pediu."

Em nota, o banco justificou a suspensão como uma medida para ampliar o prazo e permitir que os clientes se adequem, além de receberem esclarecimentos detalhados sobre o assunto. Essa ação foi tomada devido à disseminação de informações falsas que geraram especulações.

Google Plus

Henrique Macêdo

0 Comentários :

Postar um comentário