Últimas Notícias
latest

728x90

header-ad

468x60

header-ad

Suspeito de participação em atentado contra Policial Militar em Juazeiro morre após troca de tiros com a PM em Crato

Foto: Redes sociais

Um homem de 23 anos, suspeito de envolvimento em um atentado à bala contra um Subtenente da Polícia Militar do Ceará em Juazeiro do Norte, morreu após uma troca de tiros com a PM na cidade de Crato, na manhã desta quarta-feira (22). A ação policial ocorreu durante uma operação de busca pelos suspeitos do crime contra o policial militar, que já estavam sendo monitorados pela polícia desde o incidente em Juazeiro do Norte.

Segundo informações preliminares, o suspeito, identificado como Pedro Fernando Souza Oliveira, que residia no bairro Tiradentes em Juazeiro do Norte, estava escondido em um imóvel no Sítio Santa Rosa, na zona rural de Crato, onde os policiais localizaram o automóvel Renault Logan, de placa POK-9600 de cor prata usado no crime contra o subtenente Marinilson Pereira dos Santos, de 51 anos.

De acordo com informações policiais, por volta das 22 horas de ontem (21), o subtenente Marinilson, acompanhado de sua filha menor de idade, chegava de moto em casa na Rua João Crispim, Bairro Aeroporto, quando foi alvo de disparos de arma de fogo. Marinilson relatou que se tratava de uma tentativa de assalto, na qual três indivíduos em um carro prata anunciaram o roubo e ele reagiu. Logo em seguida, os suspeitos efetuaram três tiros, dois dos quais atingiram a parede de sua casa e o outro atingiu de raspão o seu rosto. Ele foi socorrido e levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) por policiais militares, onde recebeu atendimento.

Ainda segundo a polícia, o suspeito de participar da tentativa de assassinar o subtenente, ao ser localizado pela polícia, reagiu à abordagem, resultando em um intenso confronto. Durante o tiroteio, Pedro Fernando foi atingido e, apesar de ter sido socorrido e encaminhado para o Hospital São Regional do Cariri (HRC) em Juazeiro do Norte, não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. Pedro Fernando possuía antecedentes criminais registrados.

A Polícia Militar segue em diligências com o intuito de identificar e prender os outros dois suspeitos de atirar no subtenente Marinilson. O veículo utilizado no atentado contra o militar foi apreendido e levado à 20ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Juazeiro do Norte.

Fonte: Agência Caririceara.com

« Anterior
Próxima »

Nenhum comentário