Últimas Notícias
latest

728x90

header-ad

468x60

header-ad

Médico é absolvido em caso de morte de digital influencer após lipoaspiração

 

Foto: Redes sociais

Na terça-feira (4), o médico Antônio Benjamin Alencar de Oliveira foi absolvido da acusação de homicídio culposo pela morte da digital influencer Liliane Amorim. Liliane faleceu em janeiro de 2021 após complicações de uma lipoaspiração realizada por Benjamin no Crato. A família de Liliane planeja recorrer da decisão judicial.

O falecimento de Liliane, aos 26 anos, foi atribuído a uma infecção generalizada causada por perfurações no intestino decorrentes da cirurgia estética, conforme apontou a Perícia Forense.

A sentença da 2ª Vara da Comarca Criminal do Crato reconheceu que o procedimento cirúrgico contribuiu para as perfurações que resultaram na morte de Liliane. No entanto, destacou que essas complicações são um risco inerente a cirurgias como lipoaspirações e que não foram encontradas evidências de negligência por parte do médico que justificassem uma condenação por homicídio culposo.

Apesar da absolvição na esfera criminal, em setembro de 2023, o médico foi condenado em um processo cível a pagar uma indenização de R$ 365 mil por danos morais e materiais à família de Liliane. A defesa de Benjamin entrou com recurso contra essa decisão.

Liliane, originária de Afogados da Ingazeira, Pernambuco, morava em Juazeiro do Norte e administrava um perfil no Instagram sobre moda e beleza com quase 100 mil seguidores. Ela era casada e deixou um filho.

« Anterior
Próxima »

Nenhum comentário