Homem é indiciado por crimes de injúria, ameaça e cárcere privado contra a própria companheira em Aurora


Foto: Reprodução/PCCE

A Polícia Civil de Aurora tomou conhecimento através do Conselho Tutelar do município a respeito de uma mulher que estaria em cárcere privado. Contou-se com a colaboração da Políca Militar que se deslocou até o local e conduziu a jovem à delegacia juntamente com o possível infrator para verificar o que realmente teria acontecido.

Em seu primeiro depoimento a jovem, conforme apurou nossa reportagem, Vanessa Lima, 18 anos de idade e natural de Aurora/CE, informou que estava sofrendo ameaças por parte do suposto infrator, e que, estas eram datadas dos dias anteriores, e não nesta segunda-feira (22). Em razão disso, não foi lavrado o auto de prisão em flagrante, mas, sim, um inquérito policial por portaria para analisar a situação. Posteriormente, a vítima, as testemunhas e o suposto infrator foram ouvidos pelo delegado Paulo Hernesto Pereira Tavares.

A mulher foi reeinquirida novamente pela autoridade policial, por serem verificadas inconsistências no primeiro depoimento, ficando evidenciado a situação de cárcere privado, onde a jovem havia sido presa, principalmente, no domingo (21), no período da noite, mas que a mesma não havia revelado tal fato em seu primeiro depoimento prejudicando o lavratura da prisão em flagrante do infrator, por medo deste, conforme a vítima relatou.

O infrator, Cicero Claudiano dos Santos, conhecido como Aninho de Riqueta, 40 anos de idade, natural de Aurora/CE, que esteve preso a bem pouco tempo por ter sido acusado da prática de um crime de homicídio no município de Caririacu/CE, desta vez foi indiciado pelos crimes de injúria, pelas ofensas proferidas contra a vítima, ameaça por estar em posse de uma arma branca (faca) e de cárcere privado.

Em um primeiro momento foram requeridas as medidas protetivas de urgência, estas já encaminhadas ao Poder Judiciário. A vítima se encontra na casa de parentes por não querer mais manter relacionamento com o infrator. Após o indiciamento, o inquérito será encaminhado ao Poder Judiciário de Aurora para serem adotados os devidos procedimentos.

0/Comentários

Anterior Próxima
Portal Aurora Notícias
Portal Aurora Notícias