SITE-2-c-pia

Fim de semana com registro de sete mortes violentas na região do cariri


Foto: Redes sociais

O balanço do final de semana aponta o registro de sete mortes violentas na região do cariri. Os óbitos são decorrentes de homicídios e acidentes de trânsito.

Na noite do último sábado, 18, três homens foram mortos a tiros no Crato. No primeiro crime, por volta das 19 horas, foi assassinado na Rua Ângelo Figueiredo com Rua Santa Quitéria, bairro Parque Granjeiro, o ajudante de pedreiro Valmir Lourenço Pereira da Silva, de 23 anos. De acordo com a polícia, o mesmo não possuia antecedentes criminais.

Quatro horas depois, José Wesley Bezerra, de 33 anos, e Leandro Dionísio Louro, de 34 anos, foram executados com disparos de arma de fogo na Rua Mário Teixeira Mendes, nas adjacências da Encosta do Seminário. José Wesley respondia a procedimentos por homicídio, tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas, assaltos, furtos, contravenções penais, lesão corporal e ameaça, enquanto que Leandro Dionísio possuia antecedentes por injúria, ameaça, lesão corporal e violência doméstica e familiar contra a mulher.

No domingo (19), por volta das 05 horas, o crediarista Cirineu Francisco Barbosa dos Santos, de 34 anos, morreu na rodovia estadual CE-384, Distrito de Umburanas, em Mauriti, após ser colhido violentamente por um carro quando trocava o pneu de seu veículo nas margens da estrada. Na ocasião, o seu colega de profissão Antonio Valber Sousa, de 32 anos, também foi atingido, sendo socorrido para uma unidade hospitalar do cariri. O condutor do veículo atropelador fugiu sem prestar socorro.

Já por volta das 15 horas, Francisco Juvino da Silva, de 47 anos, morreu numa colisão entre motocicletas no KM 75 da rodovia estadual CE-397, a altura do Sítio Capoeiro, em Brejo Santo. No acidente, Ricardo Henrique Tenório, de 23 anos, e Rodrigo Heyverson da Silva Tenório, de 18 anos, ficaram feridos, sendo socorridos pelo SAMU ao hospital daquela cidade.

Antes, por volta das 14 horas, um homem apenas identificado como “Pão de Coco” foi assassinado a pauladas pelo enteado após uma briga familiar na Rua Miguel Homem da Costa, Vila Três Marias, em Juazeiro do Norte. A polícia apurou que a vítima estava agredindo a mãe do suspeito apelidado por “Rael Neto de Macarrão”, momento em que ele se armou com um pedaço de pau e matou a pauladas o padastro.

Por fim, em Penaforte, Israel Pereira de Oliveira, de 46 anos, morreu após ser esfaqueado por Antonio Genilton Barbosa da Silva, o “Antônio Neto”, de 33 anos, na Avenida Antonio Matias, paralela a BR-116, bairro Padre Cícero. Segundo o apurado pela polícia, o crime teria ocorrido por motivos banais.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do Portal Aurora Notícias no (88) 98235-4046.

Google Plus

Henrique Macêdo

0 Comentários :

Postar um comentário