Últimas Notícias
latest

Benigna Cardoso da Silva completa um ano de beatificação pela igreja católica


Fotos: Diocese de Crato

Há um ano, a Igreja Católica beatificou a cearense Benigna Cardoso da Silva, reconhecida pelo Vaticano como a primeira mártir do estado do Ceará. A autorização para sua beatificação foi concedida pelo Papa Francisco em 2019.

O processo de reconhecimento teve início em 2011, a partir de um pedido feito pela Diocese do Crato. Em 2013, foi instituída uma comissão para analisar testemunhos de pessoas que conviveram com Benigna e possíveis milagres atribuídos a ela. Seu martírio foi validado pelo Vaticano em 2019.

Benigna sofreu uma tentativa de estupro em 1941, aos 13 anos de idade. Após resistir à agressão, foi assassinada em Santana do Cariri, no Ceará. Ficou órfã na infância e foi criada por seus irmãos. A história de sua resistência ressoa como um símbolo contra abusos sofridos por mulheres, crianças e adolescentes.

Em Santana do Cariri, os visitantes são direcionados ao Sítio Oitis, com o número de romarias oficiais organizadas pela Igreja Católica totalizando 20 anos. O Local do Martírio de Benigna espera receber um número significativo de visitantes durante a 20ª Romaria da Bem-Aventurada Benigna Cardoso.

Outro local de destaque para os visitantes é o complexo da Menina Benigna, um espaço de 48 mil metros quadrados. No complexo, planeia-se uma estátua representando Benigna com mais de 30 metros de altura.

« ANTERIOR
PRÓXIMA »

Nenhum comentário